Notícias & Alertas |

Alexandre de Moraes suspende, novamente, redução de IPI proposta pelo Governo

Legale n. 811 ― Alerta: Alexandre de Moraes suspende, novamente, redução de IPI.

Por Mauricio Nucci e Rafael Maniero.

Apenas 8 dias depois da publicação do Decreto 11.158, que reduziu o IPI em até 35% (e revogando os Decretos 10.923 e 11.055), a fim acatar a decisão cautelar proferida na Ação Direta de Inconstitucionalidade n. 7.153, de relatoria de Alexandre de Moraes, alertamos aos nossos clientes e assinantes um novo desdobramento do caso.

É que, mais uma vez, o Ministro Alexandre de Moraes suspendeu parcialmente ― mas de maneira significativa ― os efeitos do Decreto 11.158, que alterou a Tabela de Incidência do Imposto sobre Produtos Industrializados (TIPI), tornando inaplicável a redução das alíquotas de alguns produtos. Pela nova decisão, os contribuintes voltam à situação anterior, na qual as novas alíquotas de IPI (determinadas pelo Decreto) não se aplicam aos produtos descritos pela Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM) que possuem Processo Produtivo Básico (PPB) para fabricação na Zona Franca de Manaus (ZFM).

Desta vez, o Ministro arbitrou a relação de produtos com base na Nota Técnica n. 009/2022-CATE, que relaciona os produtos fabricados na ZFM e que possuem PPB. Na prática, isso significa que, por ora, as novas alíquotas de IPI (previstas no Decreto 11.158) estão suspensas por meio da decisão cautelar, desde que o NCM esteja previsto na nota técnica encaminhada pelo Estado do Amazonas.

Por fim, o Ministro determinou que o Presidente da República, a Advocacia Geral da União e o Procurador-Geral da República prestem informações para que, em seguida, o plenário do STF se manifeste pela confirmação ou revogação da decisão cautelar ora mencionada.

A orientação é para que os nossos assinantes verifiquem os NCMs constantes na Nota Técnica e entrem em contato com seus consultores de confiança para a melhor tratativa do tema.

Decisão do ministro Alexandre de Moraes >

Nota Técnica n. 009/2022-CATE >
 
 
 

Conheça o nosso Hub de Soluções Tributárias >
 
 
 

Mais sobre Mauricio Nucci >
 
 
 

Pessoas e Comunidade >
Conheça os nossos líderes >
Prêmios, Selos e Reconhecimentos >
INSIGHTS, o nosso Portal de Notícias >
 
 
 

Tributário >
Corporativo >
Relações do Setor Automotivo >
Prevenção e Resolução de Conflitos >
Relações de Trabalho, Mobilidade Global e Gestão de Pessoas >
 
ESG, Ambiental e Sustentabilidade >
Inovação, Direito Digital e Cibersegurança >
Propriedade Intelectual >
Infraestrutura, Imobiliário e Construção Civil >
Direito Administrativo, Direito Público e Regulatório >
 
 
 

O propósito do Hub Tributário é reduzir os custos dos nossos clientes por meio da identificação de oportunidades tributárias legítimas, explorando a legislação federal, estadual e municipal aplicável e suas regulamentações, instruções, atos e consultas, especialmente os precedentes e os leading cases tributários aplicáveis aos casos concretos — examinando cuidadosamente o planejamento tributário atual e abordando de maneira personalíssima e particularizada cada cliente.
 
Nossas publicações têm o objetivo de comunicar a perspectiva legal dos acontecimentos e prover contexto aos fatos jurídicos mais relevantes que podem influenciar companhias e organizações. Casos em concreto demandam atenção técnica personalizada sobre os fatos, e devem obter assessoria jurídica sob medida antes da adoção de qualquer providência legal ou paralegal. Se você, sua empresa ou o conselho de acionistas de sua organização precisam de aconselhamento, entre em contato com o advogado de sua confiança.
 
 
 

Fale com o Editor >
 
 
 

+55 19 3252-4324
Barão de Itapura, 2323
8° andar, Guanabara
Campinas, SP
Brasil

Compartilhe
Vaz de Almeida

VAZ DE ALMEIDA ADVOGADOS é um escritório independente, dedicado ao suporte legal às companhias estrangeiras no Brasil e às empresas brasileiras instaladas no país e no exterior. Nosso propósito é desobstruir as barreiras que comprometem o tempo e a energia dos executivos, liberando-os para se concentrarem no trabalho que realmente importa: superar as expectativas de seus acionistas.