Notícias & Alertas |

Operação da Receita revela falta de planejamento e desorganização dos contribuintes

Operação da Receita Federal revela falta de planejamento e desorganização dos contribuintes
Falta de um modelo de gestão fiscal organizado e de um planejamento tributário aumentam as chances de irregularidades e multas.

Geyse Fernandes e Mauricio Nucci

Baixe o material em PDF.

Desde 2019, a Receita Federal do Brasil segue com a operação «fonte não pagadora», que já identificou milhares de empresas, de todos os portes e segmentos do mercado, que efetuaram os pagamentos dos salários aos seus colaboradores e prestadores de serviços, fizeram o desconto do imposto de renda de suas remunerações, mas não repassaram os valores de IR retidos à Receita.

O não recolhimento do imposto é conduta grave e constitui crime contra a ordem tributária e apropriação indébita. Entretanto, na maioria dos casos, a Receita identificou que os contribuintes cometeram a infração por descontrole ou erro na prestação de informações. Não agiram de má-fé.

O objetivo da operação, portanto, é dar a oportunidade para que as empresas regularizem sua condição fiscal, reparando o não recolhimento ou corrigindo a divergência de informações. Trata-se de uma oportunidade, considerando que a multa aumenta o valor devido entre 75% e 225%.

Segunda fase da operação

Este ano a operação inicia sua segunda fase. Nessa nova etapa, 11.438 empresas serão notificadas.

Serão enviadas mensagens para as caixas postais eletrônicas no e-CAC com o detalhamento de todas as divergências encontradas, com orientações básicas para proceder a regularização.

As empresas que não corrigirem os erros ou não justificarem as divergências serão autuadas e multadas.

Compliance tributário

A solução mais simples e mais eficaz costuma ser o compliance tributário. Em termos bem simples, uma espécie de «diagnóstico fiscal».

A ideia é interromper a relação reativa com o Fisco e planejar a gestão inteligente dos tributos, alinhado às estratégias da empresa. Esse reposicionamento costuma gerar economia e conformidade com a legislação.

Um planejamento estratégico tributário pode redefinir, por exemplo, os impactos fiscais de um novo projeto industrial ou a logística mais econômica para a distribuição de (seus) produtos.

Em resumo, conhecer e estudar as operações, identificar e escolher o melhor modelo tributário e capacitar os envolvidos.

De todo o modo, nossos especialistas estão sempre prontos para identificar oportunidades reais de redução de custos tributários e de eliminação ou redução de riscos e contingências. Fale com o advogado de sua confiança.
 
 
 
 
+55 19 3252-4324
 

Nossos conteúdos têm o objetivo de comunicar a perspectiva legal dos acontecimentos e prover contexto aos eventos jurídicos mais relevantes que podem influenciar companhias e organizações. Casos em concreto demandam atenção técnica personalizada sobre os fatos, e devem obter assessoria jurídica sob medida antes da adoção de qualquer providência legal ou paralegal. Se você, sua empresa ou o conselho de acionistas de sua organização precisam de aconselhamento, entre em contato com o advogado de sua confiança.
 
Avenida Barão de Itapura, 2323
8º andar, Guanabara
Campinas, SP
Brasil

Compartilhe
Vaz de Almeida

VAZ DE ALMEIDA ADVOGADOS é um escritório independente, dedicado ao suporte legal às companhias estrangeiras no Brasil e às empresas brasileiras instaladas no país e no exterior. Nosso propósito é desobstruir as barreiras que comprometem o tempo e a energia dos executivos, liberando-os para se concentrarem no trabalho que realmente importa: superar as expectativas de seus acionistas.