Notícias & Alertas |

Receita publica orientação a respeito da exclusão de ISS do PIS e da COFINS

Receita publica orientação a respeito da exclusão de ISS do PIS e da COFINS
Receita Federal entende que empresas atendidas por prestadores de serviço com decisão judicial em favor da exclusão do ISS da base de cálculo do PIS e da COFINS devem recolher integralmente as contribuições, sem deduzir a parcela referente ao imposto municipal.

por Mauricio Nucci

A Coordenação-Geral de Tributação (COSIT) da Receita Federal do Brasil (RFB) respondeu, por meio da Solução de Consulta n. 36, que as empresas que tomam serviços de prestadores amparados por decisão judicial ― em favor da exclusão do ISS da base de cálculo do PIS e da COFINS ― devem recolher integralmente as contribuições, sem deduzir a parcela referente ao imposto municipal.

Alguns prestadores de serviço são obrigados por lei a reter, em guia única, o valor do PIS, da COFINS e da CSLL com alíquota de 4,65% sobre o valor bruto da nota fiscal. Com isso, o tomador adianta o recolhimento à Receita Federal e paga ao prestador o montante contratado com o desconto dos tributos.

A consulta foi feita por uma prestadora de serviços beneficiada com decisão judicial para excluir o ISS da base de cálculo das contribuições sociais e queria saber se a determinação se estende à retenção na fonte.

Na negativa, a COSIT argumentou que a retenção é «norma com força própria e independente», de tal modo que a decisão judicial obtida pelo contribuinte não inclui a antecipação dos tributos sobre o valor total dos serviços prestados, não sendo possível ao contribuinte excluir qualquer parcela do valor bruto da nota, referente à retenção.

Por isso, sugerimos que as empresas tomadoras de serviços redobrem a atenção ao efetuarem os recolhimentos.

O propósito de nosso Hub Tributário é reduzir os custos dos nossos clientes por meio da identificação de oportunidades tributárias legítimas. Fale com o advogado de sua confiança.
 
 
 
 
+55 19 3252-4324
 

Nossos conteúdos têm o objetivo de comunicar a perspectiva legal dos acontecimentos e prover contexto aos eventos jurídicos mais relevantes que podem influenciar companhias e organizações. Casos em concreto demandam atenção técnica personalizada sobre os fatos, e devem obter assessoria jurídica sob medida antes da adoção de qualquer providência legal ou paralegal. Se você, sua empresa ou o conselho de acionistas de sua organização precisam de aconselhamento, entre em contato com o advogado de sua confiança.
 
Avenida Barão de Itapura, 2323
8º andar, Guanabara
Campinas, SP
Brasil

Compartilhe
Vaz de Almeida

VAZ DE ALMEIDA ADVOGADOS é um escritório independente, dedicado ao suporte legal às companhias estrangeiras no Brasil e às empresas brasileiras instaladas no país e no exterior. Nosso propósito é desobstruir as barreiras que comprometem o tempo e a energia dos executivos, liberando-os para se concentrarem no trabalho que realmente importa: superar as expectativas de seus acionistas.